As vantagens dos aplicativos para sua estratégia omnichannel

Os aplicativos têm papel fundamental na integração dos canais de uma empresa. Leia o artigo e veja as vantagens que eles levam para a sua estratégia omnichannel!

Dentre todos os conceitos que o digital trouxe para o mercado, a estratégia omnichannel tem se destacado. Especialmente, entre aqueles que veem na internet uma forma de atrair mais clientes. Talvez, você já tenha ouvido falar no termo, mas se ainda tem dúvidas de como ela funciona, continue a leitura! Até o fim deste artigo você saberá os detalhes e entenderá o papel dos aplicativos no sucesso desse modelo.

Embora o nome pareça novidade, a estratégia omnichannel já não é assim tão atual. Ela surgiu em meados de 2011, nos Estados Unidos, quando os varejistas identificaram que apenas 12% dos consumidores tinham a intenção de realizar todo o processo de compra na loja física. Ou seja: novos canais estavam sendo explorados e era preciso encontrar uma forma de atender esses clientes. A solução? Unificar todos eles, mantendo um serviço consistente e acompanhando todo o ciclo de aquisição.

Foi quando o omnichannel começou a ganhar forma, inclusive, na nomenclatura. Embora não tenha uma tradução oficial, observar a etimologia da palavra já deixa claro qual a sua proposta: omni significa “todos”, enquanto channel “canais”. Isso quer dizer que todos os pontos de atendimento de uma empresa devem estar interligados e, assim, possibilitar que o cliente tenha o mesmo suporte à jornada de compra em todos eles. Um exemplo são os consumidores que conferem o preço no app e, então, finalizam a jornada na loja física.

E, falando nos aplicativos, eles são uma ótima ferramenta de integração de canais. Além de, claro, ser uma forma de vender mais, já que 85% dos brasileiros com smartphone compram on-line. A seguir, mostraremos com detalhes as vantagens que eles levam para a sua estratégia omnichannel! Acompanhe.

Aplicativos: por que trabalhá-los na sua estratégia omnichannel?

Outro dado que merece ser ressaltado é que, daqueles que compram pela internet, 60% já usaram um app para isso. Então, nada mais justo que esse ser mais um ponto de venda e de contato com o cliente, certo? Porém, é preciso ir além do simples desenvolvimento de uma plataforma e fazer com que ela trabalhe a favor da estratégia omnichannel. A melhor forma de fazer isso é por meio de uma solução que rompa as barreiras entre o físico e o digital, que entregue ao consumidor uma experiência alinhada àquela que ele teria em quaisquer outros meios.

Para mostrar como os aplicativos são essenciais para uma estratégia omnichannel de sucesso, elencamos 3 vantagens significativas de tê-los no seu negócio.

1. Aumentam as taxas de conversão

Com um app, o consumidor tem a sua loja na palma da mão o tempo todo. Apenas isso já é capaz de fazer com que as vendas aumentem, mas outros pontos também podem impulsionar a conversão. Os descontos exclusivos para usuários do aplicativo são um exemplo! Alguns outros, quando considerados no momento de desenhar a arquitetura da ferramenta podem dar uma forcinha, como:

● personalizar a experiência com base nos dados angariados pelas visitas e

interesses;

● estimular a navegação pelas categorias ao mostrar produtos semelhantes;

● disponibilizar métodos de pagamento fáceis e seguros;

● possibilitar o acompanhamento do pedido.

2. Podem ser determinantes para uma boa experiência do cliente

Na verdade, oferecer uma experiência positiva é o que norteia as ações de uma estratégia omnichannel e os apps são ótimos aliados nessa missão. Mas, claro, nem todo aplicativo consegue isso. Falhas de programação, de sintonia com os estoques e funções muito básicas podem gerar exatamente o contrário: a frustração do consumidor.

Agora, quando bem feitos e encaixados em uma estratégia coerente, ajudam a diminuir os atritos que possam existir entre os canais. Dessa forma, os apps devem permitir ao usuário comprar sem nenhuma dificuldade e, assim, facilitar a tomada de decisão. E, mesmo que a conversão não aconteça de imediato, um bom aplicativo, que explore as tecnologias disponíveis, certamente, é um diferencial para qualquer marca.

3. Concentram os canais e geram dados importantes

Como você leu até aqui, a estratégia omnichannel visa a unificação dos canais. E nenhum outro ponto de contato de uma empresa pode fazer isso tão bem quanto um aplicativo.

Nele, devem estar disponíveis todas as formas de suporte que a empresa oferece ao cliente. E-mail, telefone, assistentes virtuais, WhatsApp, redes sociais, enfim, é no app que o usuário deve encontrar todos esses pontos de contato. Esse esforço vale a pena, segundo uma pesquisa da Harvard Business Review. De acordo com o levantamento, consumidores que utilizaram vários canais na hora da compra, gastaram 9% a mais na loja.

Outro ponto a favor dos apps é a obtenção de dados, como histórico de consumo, ticket médio e produtos que mais interessam. Observar esses pontos e, também, as taxas de conversão ajuda a aprimorar constantemente a ferramenta e conhecer melhor o usuário. Tudo isso, claro, precisa ser utilizado de maneira estratégica para gerar mais vendas ― envio de e-mails com as principais ofertas e novidades de acordo com o perfil de consumo, por exemplo.

A estratégia omnichannel já é uma grande tendência do varejo e tem sido bastante explorada por grandes players do mercado. Entretanto, essa é apenas uma das formas de aumentar as vendas e a presença digital da sua loja. No e-book Mobile Commerce: 6 estratégias para melhorar a performance do seu e-commerce você encontra muitas outras informações que irão ajudá-lo a melhorar suas taxas de conversão. Baixe gratuitamente!

Posts relacionados

Conheça nossos cases

Ver mais trabalhos
Vamos conversar?

Seja para desenvolver um ecommerce, um app para sua empresa ou uma plataforma para ajudar seu negócio a inovar, estamos disponíveis para te ajudar.

Letter image
contato@kobe.io
+55 51 3737 0203
Obrigado por entrar em contato!
Oops! Something went wrong while submitting the form.